Vinho
Indicar para um amigo

Saturne 2003 (Domaine Virgile Joly)

País: França (Coteaux du Lanquedoc)
Safra: 2003
Tipo: Tinto (30% Carignan, 30% Grenache, 30% Cinsault e 10% Syrah)
Álcool: 14,00%
Temperatura de consumo: 15ºC
Preço: R$ 95,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Virgile Joly pertence a uma linhagem de longa tradição na vinicultura européia, desde pelo menos 1302, ano no qual sua família produzia vinhos ao Papa. Ele, considerado um ambicioso produtor, sempre se dedicou ao vinho e realizou diversas experiências na área, tanto com seus familiares como em vinhedos de outros produtores.

Atualmente, sua propriedade beira as colinas de Saint Saturnin de Lucian, exposta às influências do mar Mediterrâneo e rodeado por florestas perfumadas. São oito hectares de terras posicionadas num dos melhores terroirs do Languedoc.

Neste local é que Virgile elabora o Saturne, um vinho rotulado pela Domaine como “classudo, frutado, equilibrado e persistente”, a partir do corte das cepas autóctones francesas Carignan, Grenache, Cinsault e Syrah.

Em suas produções, Joly encorpora toda sua bagagem e sensibilidade adquirida na lida com vinhos, desde a colheita até a vinificação. Adota regras rígidas orgânicas e biodinâmicas, como seu costume de levantar de madrugada para complementar os cuidados diários das vinhas. O solo também é tratado manualmente e nenhum produto químico é utilizado.

Todo esse apreço com seus vinhedos e produções despertou a atenção de um escritor inglês especialista em vinhos do Languedoc, que escreveu a obra “Virgile’s Vineyard by Patrick Moon”.

Para o surgimento do Saturne 2003, Virgile amadureceu a bebida em cubas de madeira por nove meses e mais três meses na própria garrafa antes de apresentá-lo ao mercado. Está pronto para consumo, mas suporta guarda de até sete anos, pelo menos. A recomendação é para harmonizá-lo com carnes vermelhas grelhadas ou assadas, a 15ºC de temperatura.

MundoVinho experimentou o Saturne 2003 em degustação organizada pela De la Croix Importation, no L’Hotel.

Análise Técnica

Na degustação do Saturne 2003 realizada no L`Hotel, em São Paulo, MundoVinho entrevistou o sommelier Ramatis Russo, representante da De la Croix, sobre as características deste tinto francês orgânico elaborado a partir de técnicas orgânicas e biodinâmicas.

Segundo Russo, a safra 2003 do Saturne se apresenta visualmente com a cor púrpura muito brilhante, esteticamente bela na taça e sem nenhum defeito. Já no olfato, o destaque é o aroma muito presente de cassis, além dos perfumes de frutas tropicais, alecrim e avelã, esta última nota influência dos nove meses em que o vinho estagiou em cubas de carvalho.

“O aroma mais presente é o de cassis, mas um cassis antes de brotar, que confere a esse vinho de bom corpo e estrutura, numa excelente complexidade”, explica o especialista.

Na análise gustativa, Russo mencionou a elegância do tinto francês elaborado com cepas autóctones locais, os taninos suaves e o excelente equilíbrio do exemplar, cujos toques de sabores se aproximam dos mesmos identificados nos aromas.

Trata-se de um vinho tinto indicado para ser servido como o acompanhamento do prato principal da refeição, na opinião do especialista, em um jantar a dois, por exemplo, no qual seja servido carnes vermelhas assadas ou grelhadas.

Conforme ressaltou Russo, o Saturne 2003 está pronto para consumo a 15ºC de temperatura. No entanto, pode permanecer em guarda por até sete anos, tempo máximo recomendado para oferecer ao degustador todas as suas qualidades.

Nossa Análise

O que mais chamou a atenção da equipe MundoVinho neste Saturne 2003, sem dúvida, foi a complexidade (bouquet) deste tinto orgânico elaborado com técnicas biodinâmicas. Na verdade, tratam-se de diferentes aromas que, num primeiro momento, podem ser considerados estranhos para um degustador não habituado, mas que denotam toda a qualidade do exemplar da Domaine Virgile Joly.

Ao aproximar a taça do nariz, o perfume mais marcante lembra cassis. Segundo especialistas, esse aroma é de cassis antes de brotar. Algo vegetal, frutas tropicais e aroma de avelã também aparecem, sendo esta última nota em função do estágio de nove meses em cubas de carvalho.

Além do que já foi mencionado, a combinação de aromas deste vinho também pode levar o degustador a encontrar o perfume de goiaba, muito interessante e inusitado para um vinho elaborado a partir do corte de uvas autóctones francesas.

Na boca, o Saturne 2003 se apresentou com taninos (substância adstringente que amarra lábios e gengivas) presentes, mas bem suaves, o que sugere um acompanhamento para o vinho, como pratos contendo carnes vermelhas grelhadas ou assadas servidas num jantar especial, por exemplo.

A recomendação da importadora De la Croix é para que o Saturne 2003, considerado de bom corpo, seja servido a 15 graus de temperatura. Ele está pronto para consumo, mas pode ser guardado por até sete anos, ou seja, rolha sacada, no máximo, até 2010.

Harmonização

Carnes vermelhas grelhadas e assadas

Onde Encontrar

De la Croix Importation

(11) 3034-6214 (São Paulo)
www.delacroixvinhos.com.br

Copyright® 2017 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions