Vinho
Indicar para um amigo

Valdubón Cosecha 2005 (Bodegas Valdubón – Freixenet)

País: Espanha (Milagros - Castilla y Leon - Ribeira del Duero)
Safra: 2005
Tipo: Tinto (100% Tempranillo)
Álcool: 13,50%
Temperatura de consumo: 18ºC
Preço: R$ 70,80

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Bodegas Valdubón é uma jovem vinícola espanhola fundada em 1997 na região do vilarejo de Milagros, próximo a Aranda del Duero, na Denominação de Origem (DO) de Ribeira del Duero, na comunidade de Castilla y Leon. É uma das empresas do Grupo Freixenet, um dos maiores conglomerados do setor vinícola reconhecido principalmente pela produção de cavas.

Na Valdubón, atualmente, são produzidos seis tipos de vinhos tintos, sendo o Valdubón Cosecha um dos vinhos de entrada da casa, elaborado 100% com uvas Tempranillo (também conhecidas localmente como Tinta del País) e sem passagem por barricas de carvalho.

A bodega produz 144 mil garrafas deste exemplar, resultado da extração de 6 a 7 mil quilos de uva por hectare, segundo o enólogo espanhol da Freixenet, Miguel Salarich Estruch, responsável por comandar uma degustação de produtos do conglomerado espanhol na Enoteca Saint Vin Saint, importadora do exemplar, em novembro de 2008, na capital paulista.

Conforme informou o enólogo, as uvas deste Cosecha são cultivadas a 700 metros de altitude acima do nível do mar, em Ribeira del Duero, e se submetem às grandes variações de temperatura, cujos dias chegam a 38ºC e as noites registram 15ºC.

“Essa diferença de temperatura colabora com a concentração de açúcar das uvas, ao mesmo tempo em que transfere ao vinho um destaque na cor, além de aromas e sabores frescos por causa das baixas temperaturas das noites”, explicou o especialista.

Aos apreciadores interessados, o Cosecha 2005 está pronto para consumo, conforme recomendação da própria vinícola. Este tinto espanhol deve ser aberto a 18ºC para acompanhar pratos que levem carnes brancas, ensopados leves e queijos não muito curados.

Análise Técnica

O Valdubón Cosecha 2005 é um vinho que não estagia em madeira, elaborado 100% com uvas Tempranillo (ou Tinta del País, na localidade de Ribeira Del Duero), é um dos vinhos de entrada da vinícola espanhola instalada na DO, em Castilla y Leon. “Acreditamos se tratar de uma uva com qualidade necessária para produzir um vinho tinto jovem e fino sem a necessidade de estagiá-lo ou afiná-lo na madeira, preservando as características frutadas da uva”, explicou o enólogo da Freixenet, Miguel Salarich Estruch.
 
Para o especialista, este tinto é indicado para acompanhar carnes brancas, queijos pouco curados e ensopados leves, sendo que o consumo deve ocorrer com a bebida a 18ºC.

Na avaliação de Estruch, o Cosecha 2005 apresentou coloração vermelho rubi e aromas florais, como de violeta, além dos perfumes intensamente frutados e toques que lembram especiarias.

Na avaliação gustativa, o enólogo destacou a leveza do exemplar, que se mostrou equilibrado e muito correto, com taninos amenos, doces e pouco agressivos, portanto. Ele ainda comentou sobre a acidez presente e bem integrada aos demais aspectos, bem como a boa evolução em taça, já que o Cosecha 2005 melhorou seu desempenho ao “respirar” em contato com o oxigênio.

Estruch comandou a degustação do Valdubón Cosecha 2005 e de outros vinhos de vinícolas do Grupo Freixenet na Enoteca Saint Vin Saint, a importadora, em novembro de 2008, na capital paulista.

Nossa Análise

O comportamento deste Valdubón Cosecha 2005 na taça exigiu certa paciência do degustador e este tinto pode ser comparado ao de um carrinho na "montanha russa", tamanha a inconstância em revelar aromas e sabores diferentes durante a degustação organizada pela Enoteca Saint Vin Saint, a importadora do vinho, em novembro de 2008.

Para muitos, o fato do vinho ser inconstante é sinal de qualidade, que em nada o desabona, e, sim, intriga e estimula a quem o aprecia a desvendá-lo.

Trata-se de um tinto sem passagem por madeira, que num primeiro momento escondeu seus aromas, ou permaneceu “fechado” na taça, logo depois de servido.

Em minutos, após o contato com o oxigênio do ar, o Cosecha 2005 foi se abrindo e apresentou aromas que lembraram algo herbáceo e azeitona, bem perceptíveis. Com um pouco mais de paciência, houve a evolução para perfumes de uva passa e ameixa e até notas de café e torrefação.

Quando a equipe de MundoVinho achou que o vinho não mais passaria por mudanças, ele se fechou novamente, justificando sua comparação com um carrinho de montanha russa, de altos e baixos. Após cerca de 60 minutos, seus aromas desapareceram.

Na boca, em relação aos sabores, o vinho teve o mesmo comportamento descrito nos aspectos aromáticos, além de apresentar taninos (substância adstringente que comprime lábios e gengivas) leves, certa acidez (que resulta em salivação) e persistência média, em seguida ao gole.

Uma dica é a decantação antes do serviço para se obter um outro comportamento ou o mesmo aqui descrito do Cosecha 2005, indicado para acompanhar carnes brancas, queijos semi curados e ensopados leves.

Harmonização

Carnes brancas
Queijos semi-curados
Ensopados leves

Onde Encontrar

Saint Vin Saint

(11) 3846-0384 (São Paulo)
www.saintvinsaint.com.br

Copyright® 2019 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions