Vinho
Indicar para um amigo

Champagne Tradition Brut (Legras & Haas)

País: França (Champagne – Cotes de Blancs)
Safra: -
Tipo: Espumante (Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier)
Álcool: 12,50%
Temperatura de consumo: 6°C a 10°C
Preço: R$ 192,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Na sub-região francesa de Cotes de Blancs, em Champagne, mais precisamente em Chouilly, um dos 17 vilarejos considerados a elite (grand crus) da AOC (Appellation d’ Origine Contrôlée) local, está situada a Legras & Haas, a casa produtora desta Tradition Brut.

A vinícola foi constituída em 1991 a partir da fusão dos nomes das duas famílias. Apenas esse registro, contudo, é recente, já que Legras e Haas transferiram para a marca toda a experiência acumulada em mais de 200 anos de trato com as uvas. São sete gerações de vinicultores e três gerações de enólogos apaixonados por champagne, que hoje administram cerca de 30 hectares de vinhedos.

Para a Tradition Brut, a champagne de entrada da casa, as uvas Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier fazem parte do corte, processadas e vinificadas separadamente e depois misturadas para a obtenção da harmonia característica dos vinhos borbulhantes da Legras & Haas.

A vinícola não revela a porcentagem de cada uva no corte, porém relata que a particularidade da Tradition Brut é uma quantidade levemente maior de Chardonnay em relação às outras duas cepas, de modo a garantir influência mais direta desta uva nos aromas e sabores. Esse detalhe, conforme o produtor, fornece à bebida finesse e complexidade características de uma grande champagne.

Excelente para comemorações, esta Tradition Brut também pode ser servida como aperitivo, além de bem acompanhar caviar, frutos do mar e salmão defumado. A recomendação para consumo é entre 6°C a 10°C de temperatura.

Análise Técnica

MundoVinho provou a champagne Tradition Brut da Legras & Haas na loja Prazeres do Vinho, representante da Grand Cru, em Moema, São Paulo, e entrevistou o gerente da loja, Carlos Eduardo Nogueira, para a análise técnica deste espumante francês.

Na primeira etapa, Nogueira avaliou visualmente a bebida, destacando a cor amarelo palha do exemplar, bem como a espuma espessa que se formou ao transferi-la da garrafa para a taça. As borbulhas finas e corretas também foram mencionadas pelo especialista.

No nariz, Nogueira percebeu aromas de fermento muito pronunciados, bem como de frutas secas, nozes, além de toques tostados. “Trata-se de um espumante com pouca citricidade”, afirmou Nogueira.

Na avaliação gustativa, o gerente da Prazeres do Vinho afirmou que os aromas se confirmaram em sabores. “O espumante se apresentou ainda com bom corpo, persistência de média para alta e certa cremosidade no contato com a língua em função da predominância de Chardonnay em sua composição”.

Nogueira comentou também a acidez muito bem integrada desta Tradition Brut e indicou caviar, frutos do mar e salmão como boas opções de harmonização, não se esquecendo de sugerir o espumante para regar belas comemorações ou ser degustado sozinho, sem qualquer acompanhamento. O serviço deve estar entre 6°C a 10 °C.

Nossa Análise

A branca Chardonnay e as tintas Pinot Noir e Pinot Meunier são as uvas tradicionais na elaboração de uma champagne, produzido na região de mesmo nome, na França. E são as uvas que compõem esta Tradition Brut da vinícola Legras & Haas, situada no vilarejo de Chouilly, onde está um dos melhores vinhedos locais.

Na loja Prazeres do Vinho, representante da Grand Cru, em Moema, São Paulo, MundoVinho experimentou a Tradition Brut e pôde constatar a bela cor amarela palha da champagne, a espessa espuma formada na taça e as finas borbulhas se desprendendo do fundo do copo.

No nariz, o destaque foram os perfumes de fermento, notas frutadas e algo de nozes e castanhas. Também é perceptível algo de tostado e torrefação. Aromas muito agradáveis que demonstram a complexidade da bebida e sua pouca citricidade.

Já na boca, a parcela maior de uva Chardonnay na composição desta champagne garantiu certa cremosidade no paladar, sendo que as outras duas castas transferiram principalmente corpo (sensação tátil na boca) ao espumante seco.

Destaque ainda para a boa persistência de sabores (os mesmos identificados nos aromas) após o gole. A pegada foi suave no primeiro contato com a língua e ainda trouxe uma sensação bastante prazerosa de refrescância que provocou salivação.

É uma champagne ideal para comemorações, como aperitivo ou ainda para acompanhar frutos do mar, caviar e salmão defumado. Deve ser consumida gelada, entre 6°C e 10°C de temperatura.

Harmonização

Sozinha como aperitivo
Caviar
Frutos do Mar
Salmão defumado

Onde Encontrar

Prazeres do Vinho / Grand Cru
(11) 3624-5819 (São Paulo)
www.grandcru.com.br

Copyright® 2017 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions