Vinho
Indicar para um amigo

Emiliana Adobe Reserva Carmenère (Emiliana Orgânico)

País: Chile (Vale do Colchagua)
Safra: 2006
Tipo: Tinto (100% Carmènere)
Álcool: 14,50%
Temperatura de consumo: 16ºC a 18ºC
Preço: R$ 46,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Emiliana Ogânico é o projeto de agricultura orgânica e biodinâmica, ou seja, sem aplicação de defensivos agrícolas e outros produtos químicos e privilegiando os fenômenos da natureza para a evolução das videiras e o resultado final do vinho. Em suma, evita a influência humana.

Teve início em 1998 pela chilena Viñedos Emiliana S.A. em plantações de Cabernet Sauvignon, no Vale do Maipo; de Pinot Noir e cepas brancas, no Vale de Casablanca; e de Syrah e Carmenère, no Vale do Colchagua. Um projeto pioneiro na América Latina e até agora único nos vales chilenos onde são cultivadas uvas vitiviníferas, que dão origem a diversos vinhos, entre eles esse Adobe Reserva Carmenère.

"Los Robles" é o nome do vinhedo onde estão as videiras de Carmenère, ao norte do Rio Tinguiririca, em Nancahua, no Vale Colchagua, com 292 hectares aos pés da Cordilheira da Costa, no Chile. Somadas às boas condições climáticas, ao solo mais ácido e ao cuidadoso e responsável manejo dos vinhedos pela Emiliana Orgânico, surgem vinhos classificados pela empresa como “notáveis” e de grande caráter, alguns deles importados para o Brasil pela Magna Import, como esse Adobe Reserva Carmenère, também disponível em garrafas de 375 ml.

Seu processo de elaboração conta com colheita manual das uvas, fermentação do mosto em cubas de aço inox com temperatura controlada e estágio em barricas de carvalho.

Pode ser consumido sem qualquer acompanhamento gastronômico ou escoltando pratos com carnes vermelhas, brancas, salmão cru e massas. Outra dica e bebericá-lo com queijos maduros como camembert, Roquefort e queijo de cabra. A temperatura de serviço é entre 16ºC e 18ºC.

Análise Técnica

O Adobe Reserva Carmenère 2006 da Emiliana Orgânico é um vinho tinto seco elaborado com uvas cultivadas por meio de técnicas orgânicas e biodinâmicas adotadas nos vinhedos da empresa no vale chileno do Colchagua. Faz parte de um projeto pioneiro e até então reconhecidamente único em toda a América Latina.

A Magna Import, especializada na importação de vinhos orgânicos, é a responsável pela distribuição deste tinto seco ao mercado nacional. Em relação às características deste chileno, a importadora apresenta as observações do enólogo da Emiliana Orgânico, Alvaro Espinoza. Para ele, o Adobe Reserva Carmenère possui “um vermelho rubi intenso, com tons brilhantes e de grande profundidade”. Sobre os aromas, o enólogo responsável pela obra percebe “frutas vermelhas e toques de baunilha e tostados dados pela madeira”.

Na boca, segundo Alvaro Espinoza, o Adobe Reserva Carmenère “apresenta um bom volume, sendo sedoso, aveludado e equilibrado”. “Vinho de grande sabor, com toques de carvalho francês”, acrescenta o especialista.

As sugestões para consumo deste chileno é como acompanhamento de carnes vermelhas, brancas e salmão cru. Bebericá-lo com queijos maduros como camembert, roquefort e de cabra é outra dica. Para o melhor aproveitamento de toda a versatilidade deste vinho o ideal é consumí-lo entre 16ºC e 18ºC.

Nossa Análise

O Adobe Reserva 2006 é um vinho elaborado 100% com a uva considerada emblemática do Chile: a Carmenère, cultivada no Vale Colchagua pela vinícola Emiliana Orgânico por meio de técnicas orgânicas e biodinâmicas.

Servido na taça, este tinto é brilhante, apresenta cor rubi muito intensa com reflexos violáceos e nenhuma transparência que permita enxergar algo por trás do copo quando posicionado contra a luz ou contra um fundo branco.

Ao girá-lo no copo para aeração, as lágrimas que se formam nas bordas são numerosas e denunciam sua graduação alcoólica de 14,5%.

No nariz, o Adobe mostrou intensidade de aromas, principalmente de frutas vermelhas como cereja, além de algo que lembra a mato, um toque herbáceo e um cheiro defumado no final.

Trata-se de um tinto seco que se comprova na boca, de boa acidez (sensação refrescante a provocar salivação), sem amargor, e com taninos (substância adstringente que amarra lábios e gengivas) bem suaves, característicos da Carmenère. A acidez, diga-se de passagem, se contrasta em boa medida com a sensação levemente quente do vinho, que pode ser percebida no primeiro gole, em função dos 14,5% de álcool.

Com persistência média de aromas após ser engolido, o Adobe é um boa pedida para ser degustado sozinho, num encontro a dois, por exemplo, ou acompanhando pratos com carnes vermelhas, brancas e massas, além de queijos maduros. Deve ser consumido com temperatura entre 16ºC e 18ºC.

Harmonização

Sem acompanhamento
Carnes vermelhas
Carnes brancas
Massas
Salmão cru
Queijos como como camembert, roquefort e queijo de cabra

Onde Encontrar

Magna Import

(11) 2113-0999 (São Paulo)
www.magnaimport.com.br

Copyright® 2019 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions