Vinho
Indicar para um amigo

Rispollo Rosso (Talenti)

País: Itália (Toscana – Montalcino)
Safra: 2007
Tipo: Tinto (40% Cabernet Sauvignon, 30% Merlot e 30% Petit Verdot)
Álcool: 14,50%
Temperatura de consumo: 18ºC e 20ºC
Preço: R$ 43,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

A Talenti é uma vinícola italiana de Montalcino, na Toscana, fundada em 1980 e reconhecida pela produção de seus tintos Brunellos, de excelente qualidade, estruturados para guarda por pelo menos 15 anos.

Atualmente, a casa possui 40 hectares de terras, sendo parte deles ocupadas, a metade por vinhas que produzem as uvas também para os vinhos Rosso de Montalcino e os IGT (Indicazione Geografica Tipica), e 4 hectares de plantações de oliveiras para a produção de azeites.

Dentre os vinhos rotulados da IGT está este Rispollo Rosso, um dos exemplares de entrada da Talenti, elaborado a partir de uma combinação das castas estrangeiras de origem bordolesa Cabernet Sauvignon, Merlot e Petit Verdot, nas proporções de 40%, 30% e 30%, respectivamente.

Essas uvas são colhidas manualmente e selecionadas. Passam, então, pelo processo de vinificação, que inclui maceração e fermentação por pelo menos 25 dias em tanques de aço inox com temperatura controlada. Depois, ocorre o afinamento em tonéis de 500 litros de carvalho francês de segundo uso por 10 meses, o engarrafamento, o descanso na garrafa e a disponibilização ao mercado.

De acordo com a Talenti, são produzidas 8 mil garrafas anuais deste Rispollo, que chegam ao Brasil importadas pela Grand Cru. Trata-se de um vinho tinto seco para o dia a dia que deve ser servido a temperaturas entre 18ºC e 20ºC. Acompanha bem massas com molhos vermelhos, molho putanesca, além de carnes assadas com molhos, entre outros pratos da culinária italiana. MundoVinho experimentou o Rispollo Rosso em setembro de 2009. 

Análise Técnica

Um vinho italiano com corte bordalês para o dia a dia, que acompanha muito bem pratos da culinária italiana. Essa foi a descrição feita pelo gerente Carlos Eduardo Nogueira, da loja Grand Cru de Moema, em São Paulo, sobre este Rispollo Rosso da Azienda Talenti, de Montalcino, na Toscana.

“É um dos vinhos de entrada da vinícola, que agrada bastante a maioria dos condumidores brasileiros, por ser uma produção de qualidade. É bem fácil de beber, por ser pouco adstringente”, afirma ele.

Na avaliação visual, Nogueira destacou a coloração vermelha rubi do vinho, brilhante, ainda com pouca transparência e com reflexos mais próximos do atijolado do que do violáceo.

No nariz, o gerente destacou, inicialmente, a presença da madeira integrada aos aromas de frutas mais maduras do que frescas – uma integração harmoniosa, segundo ele. Nogueira disse também ter encontrado cheiros que lembram marmelada e goiabada neste tinto italiano.

O médio corpo e a boa acidez equilibrada com os 14,5% de álcool foram as primeiras impressões de Nogueira com o vinho na boca. Ele também mencionou a maciez dos taninos presentes, bem como classificou a persistência deste Rispollo como média.

De acordo com o gerente, o Rispollo Rosso deve ser servido entre 18ºC e 20ºC e acompanha bem massas como molhos a putanesca ou a bolonhesa, além de carnes assadas com molho, dentre outros pratos típicos italianos.

Nossa Análise

MundoVinho concorda com o gerente da loja Moema da Grand Cru quando classifica o Rispollo Rosso como um vinho para o dia a dia, ideal para acompanhar pratos, principlamente, da culinária italiana.

Mesmo sem ser um vinho excepcional, o Rispollo se revelou um tinto seco italiano correto e de qualidade para as ocasiões cotidianas, elaborado em Montalcino, o berço da uva Brunello, porém a partir de um blend de uvas francesas originárias de Bordeaux.

Sem praticamente nenhuma adstringência, trata-se de um exemplar fácil de beber, que certamente irá agradar ao paladar da maioria de seus degustadores. Sua coloração é vermelho rubi, brilhante e límpido, com reflexos já deixando o violáceo.

No nariz, o aroma inicial é de frutas, mas já se pode notar que o vinho foi envelhecido na madeira, em função do fumê integrado ao frutado. Em relação às frutas, as sensações tendem para as vermelhas mais maduras do que frescas.

Após os aromas mais marcantes, finalmente o Rispollo foi provado na boca, sendo ele um tinto seco, de corpo médio (sensação tátil) com acidez (sensação refrescante que provoca salivação nos cantos da lingual) que neutraliza os consideráveis 14,5% de álcool, imperceptíveis em função desse equilíbrio.

Seus taninos (substância que amarra lábios e gengivas) são presentes, mas de certa forma leves e passageiros, macios. De qualquer maneira, entretanto, sugerem um acompanhamento gastronömico para o vinho, a ser servido entre 18ºC e 20ºC.

Harmonização

Massas com molhos a bolonhesa e putanesca

Carnes assadas com molhos

Polenta coberta com molho bolonhesa

Onde Encontrar

Grand Cru

(11) 3624-5819 ou 3062-6388 (São Paulo)

www.grandcru.com.br

Copyright® 2019 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions