Vinho
Indicar para um amigo

Salton Virtude Chardonnay 2008 (Vinícola Salton)

País: Brasil (Serra Gaúcha – Bento Gonçalves – Campanha Gaúcha - Bagé)
Safra: 2008
Tipo: Branco (100% Chardonnay)
Álcool: 13,50%
Temperatura de consumo: 8ºC a 10ºC
Preço: R$ 64,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Uma das melhores cepas para estagiar em barricas de carvalho, graças a sua estrutura, é a Chardonnay. Geralmente, na região da Serra Gaúcha, essa uva conta com evolução mais inclinada para a acidez e não se torna muito alcoólica. Exatamente por isso, a maior parte da safra nessa localidade é destinada a produção de espumantes.

Em Campanha Gaúcha, região posicionada quase na fronteira com o Uruguai, caracterizada por topografia plana, solos arenosos com boa drenagem e baixa acidez, e clima temperado, com verões quentes e secos e noites muito frias, a Chardonnay costuma se comportar de forma diferente, com amadurecimento mais regular e, assim, maior graduação alcoólica.

Por isso, a Vinícola Salton optou por utilizar a Chardonnay cultivada em Campanha, na região de Bagé (RS), para elaborar esse Salton Virtude, vinho considerado “super premium” pela fabricante. De acordo com a empresa, a cada safra, cerca de 14 mil garrafas são disponibilizadas ao mercado.

O enólogo da Salton, Carlos Zanus, explica que esse branco tranquilo e seco só é produzido em safras consideradas, no mínimo, “boas”, como a de 2008, qualificada pelos técnicos como “superior” em Campanha se comparada ao desempenho do Vale dos Vinhedos, por exemplo.

As uvas são selecionadas e passam por fermentação em barricas de carvalho (50% frances e 50% americano), por um período de seis meses. Além da boa estrutura do fruto, a passagem pela madeira aporta complexidade aromática e de sabor à bebida.

Trata-se de um vinho gastronômico, segundo Zanus, que pede harmonização com aves de caça, como perdiz, ema, avestruz, faisão ou pato, além de acompanhar pratos mais robustos. A safra 2008 está pronta para consumo (temperatura de 8ºC a 10ºC)  mas, diferentemente da média dos brancos, suporta guarda até 2012.

MundoVinho avaliou o Salton Virtude Chardonnay em janeiro de 2010.

Análise Técnica

Potência é uma palavra que, na análise do enólogo da Vinícola Salton, Carlos Zanus, resume bem o Salton Virtude Chardonnay, super premium da produtora gaúcha.

“A Chardonnay usada nesse vinho possui uma acidez potente, que conserva melhor a bebida e equilibra com o álcool. Também é potente nos aromas e é encorpardo, com ótima integração”, avalia o especialista. “Concebemos esse vinho para ser produzido em pequena quantidade, usando um processo de fermentação com barricas novas de carvalho francês e americano, combinados com o líquido extraído de uvas mais maduras, com teor alcoólico mais elevado”, adiciona.

Zanus destaca a coloração amarelo ouro, intensa, como o primeiro sinal de qualidade do vinho e sinalizando a passagem pelo carvalho.

Nos aromas, destaque para notas de abacaxi, maçã verde, melão, além de mel, baunilha, coco, nozes e pão torrado, resultado da influência da madeira e também das leveduras utilizadas no processo de fermentação.

“Apesar de ser um vinho equilibrado, percebemos que a potência também se revela nos sabores frutados e de especiarias”, comenta. “Por isso, é recomendável ser servido como acompanhamento gastronômico”, sugere, citando pratos a base de aves de caça e massas com molhos brancos ou feitos com ervas.

Ainda que, como a maioria dos brancos, o Salton Virtude deva ser bebido, preferencialmente o quanto antes, a safra 2008 suporta guarda até 2012, mantendo suas características de acidez bem integrada ao álcool.

Nossa Análise

O Salton Virtude Chardonnay figura, com certa frequência, entre os vinhos mais referendados por especialistas brasileiros para destacar os avanços da vitivinicultura nacional. MundoVinho soma-se a esse grupo, pois, de fato, esse é um grande exemplar.

É bom ter em mente que esse branco seco deve, preferencialmente, harmonizar com um prato, pois seria um certo desperdício bebê-lo isoladamente – ainda que isso não seria nenhuma blasfêmia. Mas a complexidade aromática, os sabores e bom corpo do Virtude merecem casar com comida.

A coloração é de um amarelo dourado, intenso e profundo, límpido e brilhante. Sem aproximar muito a taça do nariz, nota-se uma verdadeira explosão de aromas doces, puxados por mel, e que se desdobram em creme, abacaxi e damasco. Há também uma leve presença floral, lembrando acácia, e um perfume leve de coco e baunilha.

Muitas sensações aparecem na boca. Ao primeiro contato, o vinho aparece no meio da língua, com certo peso (sensação tátil) por ser um vinho encorpado. Nota-se também uma textura macia e aveludada, apresentando sabores de frutas cítricas, algo de casca de laranja.

O álcool, de 13,5%, não se sobressai, sendo bem integrado com a acidez, que gera uma sensação fria, mas não provoca salivação em excesso. É, assim, um vinho extremamente prazeroso.

Depois do gole, o sabor é muito persistente, por mais de 6 segundos, deixando uma ponta de sabor levemente cítrica e a vontade de continuar bebendo.

Harmonização

Aves de caça, como perdiz, ema, avestruz, faisão e pato
Massas com molho de base branca (béchamel)
Massas com molho a base de ervas (pesto)
Risotos de queijo
Queijo brie e camembert
Bacalhau
Cassoulet

Onde Encontrar

Vinícola Salton
(11) 6959-3144 (São Paulo) ou (54) 2105-1000 (Bento Gonçalves)
www.salton.com.br

Copyright® 2020 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions