Vinho
Indicar para um amigo

Verdicchio dei Castelli di Jesi Classico (Luciano Landi)

País: Itália (Marche – Província de Ancona)
Safra: 2005
Tipo: Branco (100% Verdicchio)
Álcool: 13,00%
Temperatura de consumo: 8ºC a 10ºC
Preço: R$ 47,20

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

A uva autóctone italiana Verdicchio, branca, é a principal estrela dos vinhos da região do Marche, uma nova fronteira vinífera italiana, onde se tem produzido grandes exemplares. A Luciano Landi é uma das pequenas propriedades ali instaladas, com início das atividades em 1964, e que cultiva cerca de 11 hectares nas colinas perto do Morro d´Alba, com influência dos ventos do Mar Adriático. Destes 11 hectares, cerca de 9 são destinados às uvas tintas, e outros 2, “apenas 2”, para as brancas.

Segundo Luciano Landi, neto do fundador da vinícola e principal responsável pelo empreendimento, a intenção é claramente de privilegiar a qualidade. E, de fato, ele cumpre o que promete.

Verdicchio dei Castelli di Jesi Classico é um vinho único, marcante, possivelmente porque esta uva é típica daquela região. Um exemplar muito bem elaborado, produzido em pequena escala, e muito vibrante, com intensas notas de limão siciliano e maçã.

Deve ser servido com temperatura de 8ºC a 10ºC, casando muito bem com peixes temperados à base de limão, salsinha e azeite extra-virgem. Não é recomendada a guarda do vinho, mas sim com consumo imediato, para aproveitar o melhor do frescor e juventude por ele proporcionada.

Análise Técnica

“A Verdicchio é uma uva muito distinta, só encontrada naquela região da Itália e o resultado é este vinho muito elegante, tipicamente europeu, e único.” A análise parte do sommelier Cezar França, da importadora Decanter, tecendo grandes elogios ao exemplar.

Não por acaso, concedeu 87 pontos em 100 possíveis ao vinho, com pontuação máxima na coloração “muito boa” (8 pontos) e na limpidez “brilhante”, no exame visual; bem como na evolução “muito boa” (4 pontos) no exame gustativo.

“A coloração é de um amarelo brilhante e, no olfato, tem um aroma marcante de pêra e maçã verde”, destacou o especialista, ao enfatizar que essas características são típicas da Verdicchio. Ainda no exame olfativo, França também pontuou o vinho “aberto”, de aromas frutados muito intensos, com qualidade “bastante fina”, “intenso” e “persistência média”.

Ao paladar, manifestou: “É um vinho que reflete na boca exatamente o que se encontra no olfato, muito refrescante, com muito frescor”.

Lembrou também ser um vinho da categoria dos “brancos delicados”, os quais raramente poderiam passar pelo carvalho, pois, assim, “perderiam seu encanto”. “O vinho é bem acertado, com belíssimo equilíbrio entre álcool e acidez”, comentou, ao destacar, ainda, que mesmo após muito tempo na taça o vinho continuou evoluindo e mantendo as características de aroma de maçã.

Nossa Análise

Poucos vinhos causam uma impressão tão forte e tão identificável em seu aroma como este Verdicchio dei Castelli di Jesi Classico. Sem surpresas, é muito fácil perceber o aroma de maçã (muito forte) e de pêra (em menor intensidade) deste vinho. Tem uma coloração de amarelo bem claro e brilhante, muito fino.

Na boca, traz uma viscosidade interessante, até um pouco amanteigada, preenchendo plenamente todos os cantos e deixando um sabor muito agradável, refrescante, resultado da acidez.

O gosto de maçã e pêra realmente imperam, mas também é marcante o leve sabor de limão, com um toque azedinho ao final, bem delicado e gostoso. Em outras palavras, um exemplar suave e maduro.

O retrogosto que fica após o gole é persistência média, durando alguns segundos na boca, mas também deixando algum amargor, um pouquinho salgado, lembrando minerais.

Também é impressionante a evolução do vinho na taça, em contato com o oxigênio, após alguns minutos. Tanto o aroma como o sabor de maçã ficaram mais forte, mas também ficou claro que o melhor é manter o vinho numa temperatura baixa, talvez num balde de gelo enquanto permanece na garrafa, porque, em temperatura mais elevada, o Verdicchio dei Castelli di Jesi Classico perdeu muito do seu frescor.

De toda forma, é um vinho que vai muito bem sozinho, se saindo muito bem num bate-papo de dia ensolarado. E certamente causa excelente impressão, por ser de um vinho muito diferente dos brancos mais conhecidos.

Harmonização

Salada de frutos do mar, temperada com limão siciliano, azeite extra-virgem e salcinha
Espaguete com vôngoles (tipo de marisco) frescas
Bacalhau fresco empanado em cubos, fritos em imersão
Orechiette com brócolis e bottarga (ovas prensadas de tainha)

Onde Encontrar

Decanter
Telefone (11) 3074-5454 (São Paulo) ou (47) 3326-0111 (Blumenau)
www.decanter.com.br

Copyright® 2017 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions