Vinho
Indicar para um amigo

Prosecco Dei Signori Brut DOC (Cantine Umberto Bortolotti)

País: Itália (Valdobbiadene - Treviso - Vêneto)
Safra: 2005
Tipo: Espumante (90% Prosecco e 10% Chardonnay)
Álcool: 12,30%
Temperatura de consumo: 8°C a 10°C
Preço: R$ 45,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

A Cantina Umberto Bortolotti data de 1947, instalada na cidade de Valdobbiadene, região do Vêneto, no norte da Itália. É nesta cidade cercada de colinas, uma Denominação de Origem Controlada (DOC), que se concentra a produção dos melhores Proseccos italianos, e de onde advém este Prosecco Dei Signori Brut.

Vale lembrar que o Prosecco, elaborado a partir da cepa de mesmo nome, é sempre um vinho branco, quase sempre espumante, mas que, alguns casos, ainda raros, pode ser também um vinho tranqüilo.

Este exemplar advém das videiras plantadas nas colinas íngremes da região, de altitudes que oscilam de 50 a 500 metros acima do nível do mar, de forma a garantir o frescor do vinho.

O produtor fabrica, anualmente, cerca de 200 mil garrafas de Prosecco. Para atender as rígidas normas de produção, este exemplar Brut possui em sua composição quantidade de açúcar residual inferior a 15 gramas por litro, o que o torna moderadamente seco.

É feito pelo sistema charmat, com segunda fermentação em autoclaves, o que gera as bolhas do vinho. Deve ser consumido ainda jovem, no menor tempo possível, para manter o frescor, já que não evolui na garrafa. Recomenda-se sempre servi-lo bem gelado, preferencialmente mantido dentro de um balde de gelo, em especial nos dias quentes.

Análise Técnica

Como todo bom Prosecco, este Dei Signori Brut DOC é caracterizado pelo frescor e uma alta persistência aromática, além de farta quantidade de borbulhas. A avaliação é do italiano Vito Russo, sócio da Prima Vinhos, responsável pela importação do exemplar.

A coloração amarelo palha e com toques esverdeados, aliada à boa quantidade de espuma, já criam um “clima” aprazível para a degustação do exemplar, observou o especialista.

“O buquê, de aroma seco, muito agradável, intenso, que lembra flores brancas de bosque, merece destaque”, disse Rosso durante degustação realizada na 11ª Expovinis, em São Paulo, em abril de 2007.

Segundo ele, o aroma se confirma na boca, com um ataque macio, excelente quantidade de bolinhas, com elevação regular em filas. “O caráter floral permanece de forma muito intensa e harmoniosa, por um bom tempo”, observou Fernando Barbieri, outro sócio da Prima Vinhos. “É um Prosecco de bom corpo, de espuma abundante e perlage com granulação fina”, acrescentou.

Também mereceu atenção dos especialistas a persistência na boca após o gole, mantendo a sensação de frescor e excelente acidez na boca.

Nossa Análise

A idéia elementar ao se beber um Prosecco está, antes de tudo, na simplicidade, no bebericar sem compromisso. E este Prosecco Dei Signori Brut DOC compre bem esta idéia, pois é um espumante bem fácil de tomar, despreocupadamente.

Tem um aroma floral bastante intenso, lembrando um pouco de jasmim. Também no olfato já é possível perceber a boa acidez, despertando alguma salivação antes mesmo de chegar à boca.

No contato com paladar, se mostrou macio, confirmando o caráter floral, mas trazendo também aspectos frutados e cítricos, mais parecido com casca de laranja. Tem também algo de amêndoa no sabor, outro ponto comum da uva Prosecco.

Característica desta bebida, a presença de álcool é baixa, prevalecendo, assim, a acidez que provoca salivação e o frescor, com uma agradável sensação de bebida “fria”, refrescante.

Longe de ser agressiva, confirma a idéia de simplicidade, “crescendo” na boca, principalmente em função da grande quantidade de bolinhas. A sensação que fica é de uma bebida muito leve, pronta para enfrentar os dias quentes.

Diferentemente da média dos Proseccos tipo Brut, este parece um pouco doce na boca, algo atípico, certamente uma influência da uva Chardonnay. O gosto levemente adocicado costuma aparecer nos Proseccos tipos Extra Dry e Dry, mas não chega a desagradar, todavia, neste Brut.

Após o gole, mostrou uma boa persistência na boca, mantendo salivação, mas deixando também um leve toque de amargor, típico da uva. Este amargor não chega a incomodar, pelo contrário, porque o sabor agradável da bebida acaba prevalecendo.

Harmonização

Aperitivo
Canapés
Peixes com temperos leves e pouco intensos
Buffet de sortidos

Onde Encontrar

Prima Vinhos
(11) 5575-8725
Rua Machado de Assis, 264, Vila Mariana, São Paulo - SP
www.primavinhos.com.br

Copyright® 2019 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions