Vinho
Indicar para um amigo

Angheben Brut (Angheben Adega de Vinhos Finos)

País: Brasil (Encruzilhada do Sul – Serra do Sudeste do RS)
Safra: -
Tipo: Espumante (50% Pinot Noir e 50% Chardonnay)
Álcool: 12,50%
Temperatura de consumo: 3ºC a 8ºC
Preço: R$ 37,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

São produzidas apenas quatro mil garrafas numeradas desse Angheben Brut por lote, elaborado a partir do método artesanal Champenoise, forma de elaboração de espumantes desenvolvida na região francesa de Champagne, meca desses vinhos borbulhantes.

Este é extraído de um corte igual das cepas tinta Pinot Noir e branca Chardonnay, cultivadas no município gaúcho de Encruzilhada do Sul, situado a 427 metros de altura acima do nível do mar, onde o solo é arenoso e o clima bastante favorável para a formação de uvas com alto teor de açúcar, baixa acidez e concentração de aromas.

Uvas essas foram colhidas manualmente dos 21 hectares de vinhedos próprios localizados dentro de uma propriedade de 90 hectares da Angheben, que iniciou suas atividades em 1999.

De acordo com o diretor da empresa, Eduardo Angheben, esse espumante tem como proposta ser um vinho com “aromas delicados e envolventes”, capaz de transmitir “sensação de harmonia e prazer” ao degustador. Quem assina as elaborações da vinícola ao lado de Eduardo é o pai dele, o experiente enólogo Idalencio Francisco Angheben.

Por decisão da Angheben, o espumante não é “safrado”, podendo resultar da combinação de uvas de mais de uma safra.

Para o melhor aproveitamento dos prazeres que o Angheben Brut pode oferecer, a temperatura recomendada de serviço tem de estar entre os 3ºC e 8ºC, devendo ser mantido num balde de gelo depois de aberto.

O executivo da vinícola ainda ressaltou que o espumante pode ser considerado um “coringa” dentro da adega, já que “pode ser apreciado em qualquer ocasião, antes, durante ou depois de uma refeição ou até mesmo sem alimento para acompanhar”.

Análise Técnica

O diretor da Angheben Adega de Vinhos Finos, Eduardo Angheben, fez suas primeiras considerações sobre o espumante Abgheben Brut destacando a riqueza das borbulhas do vinho. “Trata-se de uma perlage fina, rica e persistente”, afirmou.

Em seguida, o executivo apontou a coloração amarelo ouro do exemplar, com tons de cobre ou salmão adquiridos por conta do tempo em que o vinho, durante o processo de elaboração, permaneceu em contato com as cascas da uva tinta Pinot Noir.

Eduardo fez questão de ressaltar tanto a persistência das borbulhas como a persistência da espuma do vinho, esta última característica que transfere certa cremosidade ao espumante.

Após o exame visual, o diretor da vinícola discorreu sobre a complexidade de aromas do Angheben Brut, ou seja, a diversidade de perfumes de frutas brancas como pêra, além de amêndoas, notas de compota de doce e ainda um aroma de pão torrado.

Aromas esses que, de acordo com ele, se transformam em sabores durante a análise gustativa do Angheben Brut, que se revelou um espumante “harmonioso (álcool, açúcar e acidez), não tão ácido, mas com frescor característico de um bom espumante”, explicou.

“O volume na boca e a cremosidade são marcantes”, continuou o executivo, que mencionou por fim a maciez (suavidade) e a fineza do espumante.

Nossa Análise

Logo que servido, o Angheben Brut produz uma persistente espuma e suas finas borbulhas constantemente se desprendem do fundo do copo, mesmo após alguns minutos de “descanso” na taça. Sua efervescência só realça a bela coloração amarela dourada e límpida desse espumante elaborado a partir das uvas Pinot Noir e Chardonnay.

Passando ao exame olfativo, se destacou para a equipe MundoVinho a presença marcante do aroma mineral do Angheben Brut e um leve toque de sal também no nariz. Pouco tempo depois, apareceram os perfumes frutados como o de maracujá, típico da uva Chardonnay que, nesse caso, se sobrepôs em relação à Pinot Noir.

Nenhum sinal de álcool no aroma - o que denota o equilíbrio do espumante, ou seja, harmonia entre acidez, álcool e tanino - e nem no sabor. Aliás, no exame gustativo o que mais marcou foi o sabor seco aliado ao frescor do Angheben Brut, combinados com a boa acidez. Essas características provocam sensação refrescante e uma deliciosa salivação debaixo da língua.

Se mostrou um espumante que não mantém por muito tempo os sabores na boca após o gole. Instiga, contudo, o degustador a mais um gole, tamanha a sua agradável sensação refrescante e o sabor de extrato seco. Pode ser servido como aperitivo, escoltar um jantar de frutos do mar ou ainda ser degustado durante uma comemoração.

Este Angheben Brut confirma o excepcional trabalho que as vinícolas brasileiras tem desenvolvido na linha de espumantes, reconhecido internacionalmente em vários concursos.

Harmonização

Aperitivo
Peixes e frutos do mar grelhados ou em molhos leves
Carnes brancas e vermelhas grelhadas ou em molhos leves
Queijos de média maturação

Onde Encontrar

Angheben Adega de Vinhos Finos
Telefone: (54) 3459-1261 (Bento Gonçalves - RS)
www.angheben.com.br ou www.vinhosevinhos.com/angheben/index.asp

Copyright® 2017 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions