Vinho
Indicar para um amigo

Champagne Fleury (Fleury Père & Fils)

País: França (Champagne – Côte des Bars)
Safra: -
Tipo: Espumante (85% Pinot Noir e 15% Chardonnay)
Álcool: 12,50%
Temperatura de consumo: 6°C a 10°C
Preço: R$ 195,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Jean Pierre Fleury, o proprietário da Maison Fleury, em Champagne, faz parte da terceira geração de vinhateiros da família, que, desde pelo menos 1895, produz uvas na região de Côte dês Bars.

O cuidado com as vinhas remonta aos tempos do avô de Jean Pierre, que entre 1900 e 1905 foi o primeiro produtor de Champagne a fazer enxertos, após a praga filoxera atingir a região no final do século XIX e início do século XX.

Seu pai, em 1929, acompanhou o pioneirismo do avô e passou a produzir o próprio vinho, iniciativa compartilhada com outros poucos produtores. Até aquele ano, eles vendiam as uvas para as grandes Maison de Epernay e Reims.

Na mesma linha do pai e do avô, Jean Pierre honrou a liderança da família Fleury em Champagne ao ser a primeira casa local a adotar, a partir de 1989, métodos totalmente biodinâmicos no cultivo das uvas de seus vinhedos próprios. Por esse motivo, a Champagne Fleury faz parte do Champagne des Vignerons, ou seja, de um restrito e seleto grupo de produtores que adotam as práticas ecologicamente corretas.

“Não queria utilizar produtos químicos e poluentes que degradavam, sobretudo, o solo, pois aqui tentamos obter a máxima expressão do terroir nos vinhos para uma produção de ótima qualidade”, afirma Jean Pierre, durante curto vídeo apresentado em degustação organizada pela importadora De la Croix, responsável pela venda do Champagne Fleury no Brasil.

Pierre Fleury é o responsável por todas as fases de elaboração de seu espumante, desde o cultivo até o amadurecimento nas caves. Todos os processos são realizados na própria Maison Fleury. “A prensagem das uvas é bem lenta, de forma a extrair a quintessência de seus sucos”, explicou Geoffroy de la Croix, sócio da importadora.

De acordo com o importador, o Champagne Fleury é mais bem degustado como acompanhamento de aves e peixes, não apenas como aperitivo, respeitando a temperatura de serviço que varia de 6°C a 10°C. Pode ser guardado por até cinco anos.

Análise Técnica

MundoVinho esteve em uma das degustações realizadas em 2007 pela De la Croix no L’Hotel, em São Paulo, e entrevistou o sommelier da importadora, Ramatis Russo, para obter informações sobre as características do Champagne Fleury.

Russo, mesmo antes de responder a primeira pergunta, classificou este espumante francês como uma bebida encorpada, a ser apreciada acompanhando uma refeição à base de peixes ou aves, e não como um simples aperitivo.

Para ele, esta bebida tem muito mais a oferecer ao degustador e pode ser considerada como um dos grandes champagnes franceses. “Possui cor amarelo não muito palha, mas intenso e brilhante”, destacou ele, sobre os aspectos visuais. O sommelier ainda comentou sobre a perlage fina que não sai de todos os cantos da taça, ma sim do centro, formando um risco de borbulhas, clássico de Champagne.

Já sobre os aromas deste vinho, Russo sinalizou para o bom nariz, com perfumes de mel, acácias e maças, além de abacaxi. Entretanto, é no aspecto gustativo que o Champagne Fleury denota toda sua qualidade, de acordo com o sommelier.

“Na boca é bem agradável, e demonstra força e estrutura, principalmente pela presença da uva Pinot Noir no corte, além de um retrogosto de mel”, afirmou o especialista, também considerando a persistência do Champagne Fleury.

Segundo Russo, este champagne está pronto para ser consumido, com temperatura de serviço entre 6°C a 10°C. Porém, pode ainda ser guardado na adega por até cinco anos.

Nossa Análise

Os aromas do Champagne Fleury cativaram a equipe MundoVinho durante degustação organizada pela importadora De la Croix em 2007, no L’Hotel, em São Paulo.

São perfumes deliciosos de frutas exalados da taça, de maçãs verdes e, principalmente, de abacaxi, facilmente perceptíveis, até mesmo para quem aprecia a bebida pela primeira vez, além de um toque de mel como aroma secundário.

O aroma de abacaxi é tão intenso que, depois de cerca de 10 minutos servido na taça, este champagne passa a exalar perfumes que lembram casca de abacaxi e a fruta em conserva. Impressionante!

Certamente, o olfato é um capítulo à parte deste champagne, porém a bebida ainda merece destaque nos aspectos visuais e gustativos. O Champagne Fleury possui cor amarela ouro bem brilhante, com muitas espumas ao ser servido e perlage fina subindo do fundo até o nível da bebida na taça.

As borbulhas, inclusive, grudam a língua no gole, e os sabores frutados também aparecem na boca. Ele preenche todos os espaços e provoca ainda sensação muito refrescante.

Mais do que brindar com essa bebida, o Champagne Fleury possui bastante corpo (exatamente a sensação tátil dele na boca já descrita) e pode servir de escolta para peixes, frutos do mar e aves em refeições. De acordo com o produtor, deve ser servido entre 6°C e 10°C de temperatura. Um excelente champagne para brindar comemorações.

Harmonização

Peixes
Frutos do mar
Carnes rosadas
Sobremesas com mel, nozes e amêndoas

Onde Encontrar

De la Croix Importation
(11) 3034-6214 (São Paulo)
www.delacroixvinhos.com.br

Copyright® 2019 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions