Vinho
Indicar para um amigo

Prosecco Casal Del Ronco Brut (Banear)

País: Itália (Vêneto – Conegliano e Valdobbiadene)
Safra: -
Tipo: Espumante (100% Prosecco)
Álcool: 11,50%
Temperatura de consumo: 6°C a 8°C
Preço: R$ 39,90

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Este espumante produzido pela vinícola Banear é elabora 100% a partir de uvas Prosecco originárias da região de Conegliano e Valdobbiadene, em Vêneto, o berço dos proseccos italianos, de acordo com a importadora Casa Flora.

É um bem apropriado para servir de aperitivo de refeições ou ainda um bom parceiro para as comemorações de final de ano. A importadora também recomenda esse Casal Del Ronco Brut como acompanhamento de pratos delicados e leves, sem muitos condimentos.

A vinícola Banear, a produtora do espumante, contudo, se situa na região de Friuli-Venezia Giulia, no Nordeste da Itália, próxima à cidade de Udine. A casa, de 1978, possui mais de 300 hectares de plantações de uvas dentro de três áreas DOC da região, sendo Collio, Colli Orientali del Friuli e Grave del Friuli.

Por ano, a produção da Banear ultrapassa quatro milhões de garrafas de tintos, brancos e espumantes, sendo 80% dos vinhos importados para outros países europeus, asiáticos e americanos, incluindo o Brasil.

Os vinhos depois de prontos trazem consigo características do terroir do Nordeste da Itália, onde a altitude média dos vinhedos está a 900 metros acima do nível do mar e as uvas se submetem a verões quentes e invernos amenos. Naquela região da Itália, dotada de colinas pouco íngremes, são produzidos espumantes como este Prosecco Casal Del Ronco Brut, de baixo teor alcoólico, elevada acidez, muito frescor e que apresenta caráter jovial.

A temperatura dificilmente atinge o 0ºC devido à proteção dos Alpes e a influência do mar Adriático e do Lago di Garda.

Análise Técnica

Importado pela Casa Flora, o Prosecco Casal del Ronco Brut foi degustado em dezembro de 2007 pela equipe MundoVinho no Quitanda, entreposto recentemente inaugurado em Pinheiros, em São Paulo, comercializador do rótulo. O sommelier do Quitanda, Rolney Araújo, destacou, inicialmente, a jovialidade e a refrescância do vinho.

Por isso, ele indica o Casal del Ronco, primordialmente, como um ótimo aperitivo para os dias quentes de Verão, além de o exemplar poder acompanhar algum prato leve e delicado e que não exija vinhos mais encorpados.

A cor amarelo palha com toques esverdeados, segundo a descrição do sommelier, agradou, bem como a espuma ao servi-lo, e as borbulhas finas e constantes apresentadas pelo espumante. “Percebe-se que se trata de um vinho de médio corpo e com complexidade”, apontou Araújo.

Tal complexidade, conforme ressaltou o sommelier, se demonstrava nos diversos aromas exalados pelo espumante, de frutas cítricas e florais. Para Araújo, os aromas se confirmaram na boca, com a cidra se sobressaindo, juntamente com um toque de pêra.

“O Casal del Ronco também se mostra muito refrescante e leve na boca, outros dois pontos fortes para que seja uma ótima pedida para as altas temperaturas do verão”, observou.

Segundo Araújo, este espumante italiano já está pronto para consumo, respeitando a temperatura ideal de serviço entre 6°C e 8°C.

Nossa Análise

Como todo bom Prosecco deve ser bebido sem grandes preocupações e reflexões, mantendo o caráter descontraído e de simplicidade, a máxima também vale para esse Casal del Ronco Brut, da vinícola italiana Banear.

Em degustação realizada no entreposto Quitanda, no bairro paulistano de Pinheiros, MundoVinho pôde constatar a cor amarelo palha com toques esverdeados – sinal da juventude da bebida – do espumante Casal del Ronco

Ainda nos aspectos visuais do exemplar do Prosecco, também foi constatada a perlage correta e persistente, constantemente se desprendendo do fundo da taça, e a boa espuma inicial formada logo após ser servido, com uma mousse bastante correta. Tudo isso denota qualidade da bebida, que se apresentou dentro das normas de um bom espumante.

No nariz, nota-se os aromas de frutas e florais, com alguma facilidade, além de um leve frescor e algumas notas herbáceas, lembrando folhagem. Cidra, pêra, melão e algo de flores brancas podem ser apreciados no exame olfativo, uma sensação agradável.

A boa acidez já sentida no olfato convida o degustador a se refrescar experimentando este espumante. O primeiro contato é notado no centro da boca, refrescante de fato, ao provocar também enorme salivação. As borbulhas são sentidas e a salivação aparece nos lados da língua.

Em seguida, os aromas de frutas e flores se confirmam em sabores na boca, com persistência média e um final adocicado, apesar de se tratar de uma bebida Brut. Não chega a provocar a trazer o doce enjoativo, mas algo mais de composição do sabor, com sensação muito agradável.

A recomendação é para o consumo imediato deste Prosecco italiano, entre 6°C a 8°C de temperatura, ideal para ser degustado como aperitivo ou ainda para acompanhar pratos que não exijam vinhos mais potentes.

O Prosecco Casal del Ronco aparece com boa relação preço/prazer a ser desfrutada durante as comemorações de final de ano, por exemplo.

Harmonização

Aperitivo
Canapés
Filé de peixe temperado com limão e sal
Carne vermelha leve

Onde Encontrar

Quitanda
(11) 3647-9393 ou (11) 3081-7901 (São Paulo)

Copyright® 2018 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions