Vinho
Indicar para um amigo

Chakana Estate Selection 2004 (Bodega Chakana)

País: Argentina (Agrelo – Luján de Cuyo - Mendoza)
Safra: 2004
Tipo: Tinto (60% Cabernet Sauvignon, 20% Malbec e 20% Petit Verdot)
Álcool: 14,50%
Temperatura de consumo: 18ºC
Preço: R$ 120,00

 
ApresentaçãoAnálise TécnicaNossa AnáliseHarmonizaçãoOnde encontrar
Apresentação

Bodega relativamente nova, instalada aos pés da Cordilheira dos Andes, na região de Agrelo, Luján de Cuyo, na Província argentina de Mendoza, a Ckakana trabalha com uma vinicultura quase orgânica. E este Chakana Estate Selection 2004 é um dos vinhos premium da vinícola.

Dos 150 hectares de vinhedos próprios, a cada safra são escolhidos manualmente pelos enólogos da empresa aquelas variedades que obtiveram melhor desempenho. Depois, parte-se para a decisão técnica de formação do assemblage, ou mistura, das uvas.

Assim, em todas as safras a composição deste vinho é alterada, exatamente para que o melhor de cada colheita possa ser explorado, conforme explicou Julian S. Orti, diretor regional de Vendas da Chakana, durante jantar ocorrido no Casuale Restaurante, em São Paulo.

Para a safra 2004, a composição definida foi de 60% de Cabernet Sauvignon, 20% de Malbec e 20% de Petit Verdot. Os frutos foram selecionados e colhidos de forma manual dos vinhedos com idades de 33 anos. Na primeira fase de produção, foi feita uma maceração pré-fermentativa por 48 horas e, em seguida, uma fermentação com leveduras selecionadas e mantidas a 28ºC, por 12 dias. O mosto permaneceu em maceração com cascas por mais 25 dias.

Após todo esse processo, o vinho seguiu para amadurecimento em barricas novas de carvalho francês, durante 14 meses, e o afinamento aconteceu em garrafas, por um prazo mínimo de seis meses. Especificamente nesta safra 2004, o Chakana Estate Selection foi engarrafado no início de 2007 e está pronto para consumo, embora suporte uma guarda até 2010 ou 2011, facilmente. Deve ser servido a 18ºC, preferencialmente acompanhando uma refeição.

Análise Técnica

O sommelier Eduardo Lopes, da World Wine, apresenta o Chakana Estate Selection 2004 como “um vinho mais concentrado, de maior teor alcoólico e que está pronto para o consumo”. A exposição aconteceu em dezembro de 2007, durante jantar realizado no Casuale Restaurante, em São Paulo, quando a equipe de MundoVinho teve a oportunidade de conhecer o produto.

“Este é um vinho premium da Chakana, feito com extremo cuidado, com uvas selecionadas e somente as melhores da safra”, destacou o especialista.

Na análise visual, Lopes comentou a coloração vermelho rubi, profunda, com reflexos púrpura. Neste primeiro contato, observou o sommelier, já é possível notar o grau de concentração do vinho.

Ao avançar sobre os aromas, o especialista relatou a presença de especiarias com toques achocolatados, além de uma leve percepção de madeira.

Na boca, o caráter achocolatado, meio amargo, ganhou uma atenção maior, numa combinação, segundo ele, com frutas maduras, “quase-passificadas”, caso de amora. “Apresenta uma boa estrutura, com untuosidade, carnudo, muito encorpado e com muita nitidez a presença de madeira”, descreveu.

O especialista considerou a acidez do Chakana Estate Selection 2004 adequada. “Como é um vinho gordo, de taninos adocicados, madeira intensa, sem grande frescor e, sobretudo, um pouco alcoólico (14,5%), esse conjunto esconde um pouco a acidez”, ponderou.

Nossa Análise

Um vinho para encher a boca e, até quem sabe, ser “mastigado” este Chakana Estate Selection 2004. Brincadeiras à parte, desponta como um dos belos vinhos argentinos, pronto para ser servido com uma refeição, especialmente a base de carnes vermelhas. MundoVinho o degustou em dezembro de 2007, durante jantar no Casuale Restaurante, em São Paulo.

Apresenta um rubi intenso, brilhante, muito encorpado, resultado da concentração de extrato. Algumas pessoas chamariam de “pesado”.

No nariz, nota-se um cheiro forte de violeta, algo herbáceo, lembrando algo verde. Em seguida, também é facilmente perceptível um cheiro de chocolate amargo, uma ponta salgada, remetendo a cacau.

A composição de três uvas (60% Cabernet Sauvignon, 20% Malbec e 20% Petit Verdot) destaca a Cabernet, mais reconhecível nos aromas e nos sabores. E é na boca que o Chakana Estate Selection 2004 mostra todo seu “peso”: preenche todos os espaços, gerando sensação de espessura.

O sabor que prevalece é de compota de amora, algo maduro, complementando com a sensação de chocolate amargo. Lembra também torrefação, mais especificamente café. Os taninos, substância adstringente, que comprime gengivas e lábios, surge rápido, trazendo a sensação de “pegada”. É um pouco “quente” também, resultado dos 14,5% de álcool.

Depois do gole, a persistência que fica na boca é longa, por mais de 8 segundos, prevalecendo o sabor de chocolate e compota de ameixa. Está pronto para ser consumido, mas também deve ter boa evolução até 2009 ou 2010, se tornando mais “amigável”.

Harmonização

Carnes vermelhas com molhos elaborados
Carne de caça
Massas com molhos condimentados
Queijos maduros
Sobremesas com chocolate amargo

Onde Encontrar

World Wine
Telefone (11) 3315-7477 (São Paulo)
www.worldwine.com.br

 

Copyright® 2020 MundoVinho®. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução
de qualquer texto sem prévia autorização por escrito de MundoVinho®.
Desenvolvimento MadeinWeb Internet Solutions